Skip to content

Dica Cultural – “Coleção Brasiliana Itaú”

Julho 2, 2010

“Esta exposição revela a amplitude, a variedade e a importância da coleção Brasiliana, formada, a partir de 2000, por iniciativa de Olavo Setubal, Presidente do Conselho do Banco Itaú.” Pedro Corrêa de Lago- curador.

Exposição voltada para o a história, arte e literatura brasileira, um dos acervos mais amplos sobre a cultura do Brasil, divididos em seis núcleos:

1° Terra Brasilis- séculos XVI e XVII mostram o inicio da história do Brasil através da cartografia e a representação dos índios brasileiros a partir da imaginação dos gravadores que ilustraram os primeiros livros ou mapas a partir de relatos feitos por aqueles que já tinham visitado a “Terra dos papagaios”.

2° Brasil Holandês- Compreende os anos entre 1624 e 1654 onde os holandeses ocuparam o Nordeste do Brasil ao qual originou uma importante produção artística e bibliográfica tendo como responsável o Príncipe Mauricio de Nassau e artistas como Frans Post e Albert Eckhout.

3° Brasil dos Naturalistas e viajantes- Século XIX, o Brasil ficou fechado aos estrangeiros por cerca de um século e meio, até a chegada de D João VI, com a abertura vieram vários naturalistas com trabalhos ligados ao estudo da fauna e da flora. Destaque para os alemães Spix e Martius.
Brasil dos viajantes tem destaque nos álbuns de gravuras de Debret e Rugendas editados em Paris entre 1834 e 1835.

4° Rio de Janeiro- Um núcleo inteiro dedicado à cidade maravilhosa, na época ainda capital imperial. Destaque para o formato panorâmico dos trabalhos do artista Miguel Blasco e Emeric Vidal. Inclui ainda pinturas de Debret e Victor Meireles.

5° Memória da Cultura- Seção destinada aos livros, literatura de modo geral, cartas, manuscritos e até atos oficiais assinados. Destaque para a conservação dos recibos de compra e venda de escravos.

6° Livro de Artistas- “Livros de artistas são edições artesanais nas quais obras originais são inseridas como ilustração de um texto”. São livros com tiragem limitada e muitas vezes assinados pelo autor e pelo artista. Belo trabalhos do século XX.

Local: Palácio das Artes, galeria Alberto da Veiga Guignard – Belo Horizonte
Data: 11 de Junho a 1° Agosto de 2010, terça a sábado das 9h30 às 21h e domingo das 16h às 21h.


Jean-Baptiste DEBRET, Casamento de D. Pedro I e D. Amélia


ADALBERT, Príncipe da Russia


Rui Esteves RIBEIRO COUTO Ilustrado por Emiliano DI CAVALCANTI, Caixas da meia-noite

Comentário: As informações do texto do post acima foram retiradas do Folder da exposição, a título apenas de informação e divulgação da exposição.

From → Dica Cultural

Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: